taipa de pilão

Foto Detalhe construtivo de uma parede de
Taipa de Pilão da Capela do Morumbi

Foto

Foto Detalhes construtivos de uma parede interna de pau-a-pique, da Casa do Tatuapé.

Técnica construtiva de origem árabe utilizada na fatura de paredes e muros e que consiste no forte apiloamento de terra úmida entre dois pranchões de madeira removíveis que, no taipal, se mantém de pé e afastadas entre si graças a travessas ou escoras.
A taipa de pilão caracterizou todas as construções paulistas dos séculos XVI, XVII, XVIII e primeira metade do XIX, numa persistência cultural decorrente, sobretudo, do isolamento causado pela dificuldade de transposição da Serra do Mar.
Esta técnica construtiva foi utilizada nas paredes estruturais dessa antiga residência rural.


taipal

Armação de madeira usada na feitura da taipa de pilão.Há quem dê, no linguajar comum, o nome de taipal à forma de concreto armado. Nome das folhas das janelas, quando não são de venezianas e sim de tábuas, também chamadas "escuros". Folha de porta.
(Fonte: Corona & Lemos, Dicionário da Arquitetura Brasileira, Edart, SP, 1972)




pau-a-pique

Técnica construtiva tradicional da arquitetura brasileira, o pau-a-pique é utilizado ainda hoje. O pau-a-pique também conhecido como taipa de mão, é empregado em divisórias internas e recebe o nome porque é feito com estrutura de madeira roliça, disposta vertical e horizontalmente, amarrada com cipó ou cravo e depois preenchida com barro socado.