sítio da ressaca

A Casa do Sítio da Ressaca, como hoje é conhecida, foi sede de um sítio localizado nas proximidades do antigo caminho de Santo Amaro, que era banhado pelo córrego do Barreiro, também chamado Fagundes e Ressaca.

Situada à meia encosta de uma colina, a Casa data, provavelmente, de 1719, ano inscrito na verga de sua porta principal. Algumas de suas telhas são ainda originais e trazem inscrições do século XVIII, como a data de fabricação e o nome do oleiro. As portas e batentes, em canela preta, também são originais.

A técnica construtiva empregada neste imóvel foi a taipa de pilão, que consistia em socar o barro com a mão de pilão entre pranchas verticais de madeira (taipal), formando-se assim as paredes externas com cerca de 50 cm de espessura; as paredes internas eram originalmente de pau-a-pique. Introduzida pelos portugueses, essa técnica de origem árabe foi amplamente utilizada pelos paulistas que, devido ao seu isolamento geográfico, dependiam essencialmente do barro como recurso para construção.

A Casa do Sítio da Ressaca possui algumas peculiaridades em relação aos demais exemplares de casas bandeiristas existentes na cidade: a assimetria de sua planta, um único alpendre não centralizado na fachada principal e o telhado de duas águas. Seu último proprietário, Antonio Cantarella, responsável pela urbanização do bairro do Jabaquara, transformou o sítio em chácara, realizando seu loteamento em 1969. Esta modificação coincidiu com a chegada do metrô à região e a desapropriação de mais de um terço da área para instalação do seu pátio de manobras.


galeria de imagens

Foto

downloads

Arquivos de arquitetura em pdf
Arquivos de arquitetura em dwg


Contato
Rua Nadra Raffoul Mokodsi, 3 - Jabaquara
São Paulo/SP - CEP 04321-020 ‎
Telefone: +55 11 5011 7233
e-mail: museudacidade@prefeitura.sp.gov.br

Serviços
Exposição
Terça a domingo, das 9h às 17h
Há Serviço Educativo no local
Entrada franca
Consulte a programação

Transporte
Linhas de ônibus consultar: www.sptrans.com.br
Linha de Metrô próxima: Azul – Estação Jabaquara


Localização geográfica
visualize no mapa